Simples Nacional (MEI): Passo a passo para fazer a declaração

Simples Nacional (MEI): Passo a passo para fazer a declaração

0
SHARE
Simples Nacional (MEI): Passo a passo para fazer a declaração
Simples Nacional (MEI): Passo a passo para fazer a declaração

Leia nesse artigo dicas e informações  sobre o Simples Nacional (MEI): Passo a passo para fazer a declaração

Uma das obrigações do microempreendedor individual é a entrega da Declaração Anual do MEI. Caso você não saiba como enviá-la e quer aprender para aplicar na sua empresa, continue lendo. Aqui, ensinaremos você passo a passo. Caso você ainda não saiba, a Declaração Anual do Simples Nacional para o Microempreendedor Individual (DASN – SIMEI), que também é chamada de Declaração Anual de Faturamento, acaba sendo uma das principais responsabilidades e obrigações que o MEI precisa, necessariamente, apresentar todos os anos.

Assista Webnário para montar loja virtual
Veja 8  dicas para montar um loja virtual
Baixe E-book Gestão de e-commerce para PME
Assista a Palestra: E-commerce Do Zero Aos Resultados Em 6 Etapas

Mas bem, você, como microempreendedor individual, precisa informar o seu faturamento anualmente. Nisso, vai a receita bruta total, com os valores em dinheiro, nota fiscal, cartão de débito e crédito. Além disso, caso tenha havido contratação de funcionário no período é necessário informar.

O faturamento bruto é o mesmo que o valor total das vendas de mercadoria

E também, da prestação de serviço sem tirar nenhuma despesa. Para que não fique nenhuma dúvida no momento em que você fizer a declaração, a sugestão é que você faça um cálculo mensal das receitas e tenha guardado todas as notas fiscais em local apropriado. O prazo final para o envio é até o fim do dia 31 de maio de cada ano. Para fazer a declaração, o único modo é a internet, através do Portal do Empreendedor.

7 dicas para começar a usar o Youtube
Saiba se seu site está otimizado
Baixe a planilha de planejamento de ações de marketing
Baixe e-book para datas comemorativas

O primeiro passo para declarar é prestar, de todos os modos, uma declaração anual com as informações sobre os rendimentos do MEI. A DASN SIMEI, como é conhecida, é feita de forma gratuita e é feita de forma bem simples. O motivo disso é que não há a necessidade de que você faça instalação de nenhum tipo de programa no seu computador. Basta acessar o site e acrescentar as informações, como está destrinchado abaixo. Confira as informações que precisam estar preparadas para que você possa realizar a sua declaração da forma mais correta possível:

 Faturamento Anual do MEI;
 Na receita bruta é necessário separar e calcular o valor de cada atividade de comércio, indústria e de serviços;
 Saber se a empresa teve ou não funcionários no ano anterior.

Em relação a Receita Bruta, é importante ressaltar que ela precisa ser preenchida todos os mesms no relatório mensal de receitas brutas, que se constitui como uma obrigação do MEI e ajudará no processo de declaração anual. Bem, agora vamos apresentar um passo a passo de como fazer a declaração corretamente:

1° Passo: como acessar o local da declaração

O primeiro passo para fazer corretamente a declaração é acessar o local em que ela será realizada. Então, se você já separou adequadamente as informações, acesse o endereço:http://www.receita.fazenda.gov.br/simples/nacional. A partir daí, clique no menu Simei e escolha a opção Cáculo e Declaração.

Baixe planilha de análise de concorrência
Baixe e-book com 6 maiores erros de quem faz anúncios
Baixe e-book de como capturar e-mail

Assim que uma outra janela tiver se aberto, procure o link DASN SIMEI, ou seja, a declaração anual do MEI. Assim que a próxima página tiver sido carregado, será o lugar em que você fará a declaração. Lá, então, inclua o seu CNPJ e não se esqueça de preencher o Captcha, sim, aquelas letrinhas que ficam ao lado, e que muitas vezes acabam sendo bem difíceis de enxergar. Elas precisam ser preenchidas, caso contrário você não sairá dessa página.

2° Passo: como preencher a declaração

Agora, chegou o momento em que você tem que fazer o preenchimento da declaração. Nesse momento, você precisa selecionar o tipo de declaração. Se você estiver fazendo a primera declaração do ano, escolha a opção Tipo Original e daí selecione o ano de referência. Também é possível retificar uma declaração já realizada, caso este tenha sido preenchido este ano, no modelo Tipo de Declaração Retificadora. Após ter selecionado, clique em continuar. Na tela seguinte, não se esqueça de preencher as informações que levantou, ou seja, a Receita Bruta total, no primeiro campo (ali inclui todas as receitas, seja de comércio, indústria ou serviço, todas somadas), da

Receita Bruta de atividades de comércio e de indústria (este campo deve ter somente a venda de mercadorias de comércio e indústria) e, por fim, se a empresa teve ou não funcionário. Com isso preenchido, clique em continuar. Na próxima tela, irá surgir as contribuições mensais que foram realizadas do MEI. Não se esqueça de conferir se todas as guias que foram pagas e estão com o valor pago preenchido corretamente. Depois disso, chegou a hora de fazer a transmissão.

Como recuperar 30% pedidos pagos por boleto
Saiba por que usar e-mail marketing na sua loja
Faça parte da Lista Vip DLoja Virtual

3° Passo: como transmitir a declaração anual do MEI

Após todos esses passos, com você tendo a certeza de que as informações estão certas, faça a transmissão da declaração, bastando para isso clicar no botão transmitir. Após a transmissão ter sido realizada com sucesso, imprima uma cópia para você e grave o recibo de entrega da declaração para que seja passível comprovar que você cumpriu a obrigação. Guarde o recibo junto com as informações da sua empresa e com os demonstrativos mensais de receita.

E se eu tiver feito a declaração no prazo

Já falamos que a declaração é obrigatória, então caso você não tenha feito dentro do prazo, faça o quanto antes. Por entregar atrasado, você soferá multa e durante a transmissão uma mensagem irá aparecer, mostrando uma notificação com a multa. Grave a notificação e faça o pagamento da sua DARF o quanto antes e evite grandes problemas. Entre as consequências de não entregar a declaração, estão:

https://youtu.be/F05i6-bSGOY

Impossibilidade de gerar o Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS), ficando inadimplente do Simples Nacional.

 Bloqueio dos benefícios previdenciários pela falta de pagamento dos tributos (DAS) até a data de vencimento.

 Multa mínima de R$ 50,00 que será reduzida em 50%, caso entregue a DASN antes de qualquer procedimento de ofício pelo Fisco.

Veja 3 Ferramentas para monitorar seu mercado
Aprenda como usar o CANVAS
Aprenda como usar o Google Analytics em sua loja virtual

 O MEI não conseguirá obter Certidões Negativas de Débito junto à Receita. Essas certidões são exigidas quando uma pessoa está adquirindo um imóvel, realizando algum procedimento junto ao governo federal, contratando um financiamento, etc.

 Após 12 meses sem realizar o pagamento do imposto mensal (DAS) e sem entregar a Declaração Anual, poderá ocorrer o cancelamento automático do registro do MEI (perda de todos os registros: NIRE, CNPJ, IE, CCM, etc.).

LEAVE A REPLY