Representante: Funciona para loja online?

Representante: Funciona para loja online?

0
SHARE
Representante Funciona para loja online
Representante Funciona para loja online

Representante: Funciona para loja online?Será que ter um representante comercial para sua loja virtual é uma boa ideia. Saiba mais nesse artigo.

É muito comum ver diversos sites oferecendo oportunidades para que qualquer um que desejar se transforme em um representante comercial de uma loja virtual. Você,que deseja empreender, já deve ter visto diversos destes anúncios e as possibilidades de lucro prometido. Mas diante de tantas promessas feitas, vale mesmo a pena tentar ser um representante comercial online?

Simplo 7 - Loja Virtual

Saiba que a resposta não é fácil e nem simples. Ela vai depender do que você pretende, de quais são suas aspirações, de quais valores você tem para investir e de quanto tempo você pode esperar para ter resultados expressivos.

BAIXE NOSSO MATERIAL:

>Como montar uma loja virtual
>Como fotografar e editar fotos em sua loja virtual
>Como atrair visitantes gratuitamente para sua loja virtual
>Como vender pelo Facebook e Instagram

Diante de tantas incógnitas, é necessário olhar caso a caso e ver o que faz mais sentido para você. Nesse molde, o grande ponto necessário inicialmente é compreender, com clareza, o que é um representante comercial de uma loja online. Então, se você quer entender os prós e contras dessa atividade, continue lendo.

O representante comercial de um comércio eletrônico

Ser representante comercial de uma loja virtual se constitui como uma grande opção para quem não tem muita possibilidade de investimentos. Isso, porque um representante de comércio eletrônico não precisará ter um estoque para entregar os seus produtos para os compradores. Mas isso não é dropshipping, você deve estar pensando?

LEIA TAMBÉM:
>PLANO DE NEGÓCIOS
>CONHEÇA OS PRODUTOS MAIS VENDIDOS NA INTERNET
>SAIBA MAIS SOBRE E-COMMERCE

>COMO CRIAR UMA NEWSLETTER
>SAIBA MAIS SOBRE E-BUSINESS
>COMO COMPRAR PRODUTOS BARATOS PARA REVENDER
>APRENDA COMO MONTAR UM PLANO DE NEGÓCIOS

Não, é um processo diferente. Aqui, ao contrário do dropshipping, você não precisará fazer um site e nem ter parceria com distribuidores e revendedores. O representante comercial virtual terá um site idêntico ao da empresa contratante (também não sendo um programa de afiliados).

BAIXE NOSSO MATERIAL:

>Baixe planilha de análise de concorrência
>Baixe e-book com 6 maiores erros de quem faz anúncios
>Baixe e-book de como capturar e-mail

Assim, ele pode montar uma loja virtual de acordo com o perfil da clientela que deseja atender. Do mesmo modo, cabe a ele gerenciar os clientes do comércio eletrônico.

Isso se faz possível porque o site continuará hospedado no mesmo provedor do contratante, com o representante comercial tendo mais liberdade para trabalhar. Assim, esse tipo de negócio faz com que o representante possa divulgar sua loja virtual em qualquer site de anúncios na internet.

LEIA TAMBÉM:

>E-MAIL MARKETING
>PORCENTAGEM DE VENDAS NO MERCADO LIVRE
>COMO COMPRAR NO E-BAY E PAGAR COM BOLETO

>COMO GANHAR SEGUIDORES NO INSTAGRAM
>COMO SER TORNAR UM EMPREENDEDOR INDIVIDUAL
>FAÇA UM CURSO DE E-COMMERCE

Representante virtual: uma profissão do futuro

Parece brincadeira, mas representante de comércio eletrônico é tida como uma das profissões do futuro. Isso, porque o mundo atualmente gira em torno de negócios feitos na internet. É claro que no meio disso há diversos aproveitadores e falsários, mas também há diversas empresas sérias. Então, uma das primeiras dicas é ter cuidado para não cair em nenhum tipo de golpe virtual.

A segunda dica para o vendedor que planeja ter sucesso no comércio eletrônico

Então, antes de se cadastrar em qualquer lugar, monte um bom plano, trace metas realistas e estipule uma época para obter o que deseja. Nesse ponto, a profissão de representante comercial não irá diferir em nada de quem tem qualquer tipo de comércio eletrônico. Você irá precisar lidar com clientes, com problemas de distribuição, com disputa de preços e as melhores táticas para conseguir chamar a atenção dos seus clientes.

BAIXE NOSSO MATERIAL:
>Como recuperar 30% pedidos pagos por boleto
>Saiba por que usar e-mail marketing na sua loja
>Faça parte da Lista Vip DLoja Virtual
BAIXE NOSSO MATERIAL:
>Veja 3 Ferramentas para monitorar seu mercado
>Aprenda como usar o CANVA
>Aprenda como usar o Google Analytics em sua loja virtual

Em compensação, uma das grandes desvantagens que esse serviço pode trazer é o fato de que sempre terá que ser pago uma comissão para a loja que você representa. E quem já trabalhou com isso sabe o quanto essa comissão pode ser um impeditivo par alcançar bons resultados com uma empresa.

BAIXE NOSSO MATERIAL:

>Como atrair cliente com e-mail marketing
>7 dicas para começar a usar o Youtube
>Saiba se seu site está otimizado

BAIXE NOSSO MATERIAL:
>Baixe a planilha de planejamento de ações de marketing
>Baixe e-book para datas comemorativas

A comissão irá variar de loja para loja e também da quantidade de produtos vendidos ao longo de cada mês. Mas mesmo assim, para cada produto que tiver sido vendido, será entregue uma parte do lucro para a loja virtual.

Se tiver dinheiro, invista em você

Diante dos problemas que são encontrados, uma constatação é simples: se você tiver recursos para abrir a sua própria loja, provavelmente é mais interessante que você faça os investimentos necessários para abrir a sua própria loja. Você gastará mais, terá muito mais responsabilidade, já que se algo der certo, quem perderá será unicamente o empreendedor que colocou o seu dinheiro nesse investimento.

Mas caso você esteja preparado, já tenha estudado o mercado, saiba qual nicho é o mais adequado para começar a aplicar o seu dinheiro, então provavelmente você gostará de ter um negócio só seu, sem depender de mais ninguém e nem com quem ter que dividir os lucros.

Mas antes de tomar essa decisão, pense bem: você não terá suporte de ninguém

O planejamento precisará levar em conta outros gastos, como hospedagem, layout e servidores para abrigar o seu negócio. Você também terá que negociar taxas com operadoras de cartão de crédito e oferecer segurança para que seus clientes se sintam atraídos em comprar produtos no seu site. Então, será necessário mais trabalho, uma atenção redobrada e uma busca constante para a melhora no seu site. Logo, será preciso contratar os serviços de mais profissionais.

Então, vale ou não trabalhar como representante de comércio eletrônico?

Como já dito desde o início do texto, isso irá depender da sua vida financeira, do tempo que você poderá se dedicar para trabalhar nesse comércio eletrônico e quanto você espera receber de valores ao longo do ano. Se você busca trabalhar com a expertise de profissionais que já lucram e que já trabalham com outros representantes profissionais, se você tem pouco dinheiro para investir ou se não deseja investir nenhum recurso, provavelmente o melhor tipo de negócio que você poderá vir a fazer será investir em encontrar um bom site para fazer uma parceria.

LEIA TAMBÉM:

>COMO FAZER UM PLANO DE AÇÃO PARA SEU NEGÓCIO
>PLANO DE PROJETO DE LOJA VIRTUAL
>SAIBA UM POUCO MAIS SOBRE ADWORDS
>O QUE AS PESSOAS MAIS COMPRAM NA INTERNET
>COMO ANUNCIAR PRODUTOS NA OLX 
>O QUE É E-PROCUREMENT

Agora, se por outro lado, você já dispõe de uma boa estrutura financeira, se quer se especializar em um único nicho que as próprias lojas que trabalham com representantes comerciais não dão muita atenção e, também, se você não quer dividir nem o ônus e nem os lucros do seu eventual negócio, então a resposta é que você irá desejar ter seu próprio negócio.

Uma das principais vantagens disso, como já dita acima, é a possibilidade de encontrar nichos pouco explorados, de poder conseguir lucros bem maiores do que os obtidos como representante de loja virtual. Mas para isso, como já dito, é necessário que você tenha um bom recurso para colocar seu comércio eletrônico em andamento. Para tanto, é necessário muito planejamento.

LEAVE A REPLY