Produtos para revenda

Produtos para revenda

0
SHARE
Produtos para revenda

O primeiro passo é analisar o mercado e ver se o produto que será revendido está de acordo com o seu perfil

Com a crise na economia no Brasil a cada dia aumenta o número de pessoas que buscam uma forma de ganhar dinheiro honestamente para pagar as contas. Os produtos para revenda são excelentes opções para quem quer ser independente e não sabe por onde começar, apesar de ter bastante vontade e iniciativa.

Para iniciar nessa área é preciso se informar sobre quais são os produtos que mais lhe atraem e podem proporcionar um retorno financeiro mais rápido. Identifique também a necessidade ou carência de determinado produto na região que você mora para garantir mais vendas.

 

LEIA TAMBÉM:

>PLANO DE NEGÓCIOS
>CONHEÇA OS PRODUTOS MAIS VENDIDOS NA INTERNET
>SAIBA MAIS SOBRE E-COMMERCE

>COMO CRIAR UMA NEWSLETTER
>SAIBA MAIS SOBRE E-BUSINESS
>COMO COMPRAR PRODUTOS BARATOS PARA REVENDER
>APRENDA COMO MONTAR UM PLANO DE NEGÓCIOS

Nesse momento, é importante escolher um produto para revender que esteja de acordo com o seu perfil e que o retorno financeiro seja compatível com as suas expectativas.

Não é preciso ser especialista na área que atuar, mas é necessário ter bastante interesse e motivação.

O primeiro passo é ganhar conhecimento sobre os produtos de revenda disponíveis no mercado. Há a possibilidade de ser representante comercial, trabalhando com produtos para revender que o fornecedor já tem em estoque, recebendo uma comissão por cada venda realizada.

Existem também produtos para revenda por catálogos, que são bastante conhecidos pelas mulheres, uma vez que elas costumam comprar produtos de beleza. A grande vantagem aqui é que, na maioria das vezes, não é preciso investir em um kit inicial ou o valor é bastante baixo.

LEIA TAMBÉM:

>E-MAIL MARKETING
>PORCENTAGEM DE VENDAS NO MERCADO LIVRE
>COMO COMPRAR NO E-BAY E PAGAR COM BOLETO

>COMO GANHAR SEGUIDORES NO INSTAGRAM
>COMO SER TORNAR UM EMPREENDEDOR INDIVIDUAL
>FAÇA UM CURSO DE E-COMMERCE

O vendedor não precisará carregar os produtos até o cliente, o que é uma grande vantagem em questão de segurança. Com uma revista ou catálogo é possível mostrar todos os produtos de revenda disponíveis. O cliente só terá que escolher e encomendar.

Revender os produtos por catálogo pode garantir a renda extra, uma vez que há a possibilidade de representar apenas uma mesma marca. Sendo assim, é possível comercializar diversos produtos distintos e ganhar mais dinheiro. Para ser revendedor de produtos por catálogo é preciso procurar a marca de interesse por site ou loja física e conhecer melhor os produtos. É bem simples, e depois de ser aprovado e finalizar o cadastro é só divulgar os produtos de revenda para conhecidos, conquistar clientes, encomendar os produtos e fazer a entrega.

A internet também se tornou um excelente espaço de divulgação de produtos para revenda. Se optar por produtos digitais, em alguns casos,será preciso ter uma licença para revender. O crescimento para esse tipo de negócio no Brasil vem ocorrendo de forma exponencial. Isso porque apresenta baixos custos para os revendedores é muito fácil divulgar os produtos.

➜ Veja alguns materiais 

Alguns setores como o de moda e acessórios geralmente geram bastante rentabilidade. Para ter sucesso, é necessário investir em um nicho mais específico e evitar vender diversos produtos. Por exemplo, se optar por vender roupas, torne essas peças exclusivas como produtos de revenda. Comece com plataformas mais simples ou utilize as redes sociais para divulgação na sua região. Se tiver capital, crie umaloja virtual para atrair mais clientes.

Comprar produtos para revenda diretamente da fábrica pode ser uma ótima opção para adquirir produtos, pois é uma forma de comprar os itens no atacado e com um preço mais acessível. Para isso, é importante fazer uma pesquisa de mercado, procurar por uma fábrica pequena que ofereça produtos de qualidade e com preços em conta.Escolha também qual é o produto mais adequado para o seu objetivo: bolsas, roupas, acessórios, entre outros.

Para ter sucesso na área e conseguir revender seus produtos é importante passar segurança e credibilidade aos clientes. Por isso, o revendedor precisa conhecer bastante o produto que pretende revender. Uma boa estratégia é usar os produtos para divulgar e investir em cartões de visita para mostrar que é um profissional. É importante estabelecer metas de vendas para se superar a cada mês e manter o ritmo de venda para ter sucesso.

Há também a possibilidade de revender produtos importados, pois já existe um público-alvo interessado. É preciso decidir de quem comprar e de onde: Paraguai, EUA e China são as melhores opções. Produtos chineses são bastantes atrativos devido aos preços baixos. É possível revender perfumes e produtos eletrônicos como aparelhos de áudio, câmeras digitais, celulares, entre outros. Além disso, é possível revender brinquedos e games para jovens e crianças.

Para quem pretender investir no mercado feminino, uma excelente opção é revender bijuterias e acessórios de moda, que oferece o melhor custo-benefício para os revendedores.Produtos importados da China oferecem um preço muito mais baixo do que o valor da mercadoria nacional e assim o revendedor tem mais lucro.
Já no caso dos produtos de origem americana, é preciso avaliar e analisar o preço do dólar e ver se compensa investir nesses produtos e se haverá clientes interessados. E outra vantagem é o processo de logística que, na maioria das vezes, é de responsabilidade do fornecedor. Em resumo, vender produtos importados pode ser a saída para quem pretende obter uma renda extra, com potencial de vendas e que não demanda altos investimentos iniciais.

LEIA TAMBÉM:

>COMO FAZER UM PLANO DE AÇÃO PARA SEU NEGÓCIO
>PLANO DE PROJETO DE LOJA VIRTUAL
>SAIBA UM POUCO MAIS SOBRE ADWORDS

>O QUE AS PESSOAS MAIS COMPRAM NA INTERNET
>COMO ANUNCIAR PRODUTOS NA OLX 
>O QUE É E-PROCUREMENT

Para evitar custos, há a possibilidade de solicitar que um parente ou amigo que vai viajar para o exterior traga a sua encomenda e revenda os produtos na sua cidade. Se tiver disponibilidade ou dinheiro, faça a viagem a trabalho, mas não se esqueça de se planejar e conferir se há necessidade de realizar esse percurso e se os custos não vão trazer prejuízos.

LEAVE A REPLY