O que é startup?

O que é startup?

0
SHARE
O que é startup
O que é startup

Você sabe o que é startup? Leia nesse artigo e entenda quais os seus conceitos, funcionamentos e alguns exemplos de sucesso

Desde que a internet se tornou o local ideal para investir em um negócio próprio, usa-se muito o termo “startup”, mas afinal, você sabe o que é startup? É possível dizer que o termo, nos Estados Unidos, já é usado há décadas, referindo-se a empresas novas, de qualquer natureza. No entanto, no Brasil o termo já chegou relacionado à internet.

Assista Webnário para montar loja virtual
Veja 8  dicas para montar uma loja virtual
Baixe E-book Gestão de e-commerce para PME
Assista a Palestra: E-commerce Do Zero Aos Resultados Em 6 Etapas

Dessa forma, por aqui, quando se fala em startup refere-se a uma jovem empresa, mas que atua na internet. Embora o conceito exato possa contar com variações conforme quem o utiliza, a questão é que além de um empreendimento novo, startup diz respeito ainda a um negócio que inicia por meio de uma ideia inovadora.

Quando são citadas algumas das startups de sucesso, em geral, aparecem nomes como Buscapé, Easy Taxi, Kekanto, iFood, PayPal, Airbnb, LinkedIn e muitas outras. Qual a semelhança entre elas? São empresas que operam de maneira inovadora, mas que iniciaram apenas como uma simples ideia e aos poucos cresceram de forma exponencial.

Com o advento dos aplicativos para aparelhos móveis, o número de startups cresceu ainda mais, já que a possibilidade de acessar a internet  de qualquer lugar onde se esteja permite que uma imensa gama de produtos e serviços seja oferecida para suprir as mais variadas necessidades dos diversos perfis de consumidores.

No que mais consiste uma startup?

Para ser considerado uma startup, de forma geral, exige-se ainda que existam outros aspectos envolvidos na criação da empresa. Entre eles, ser um negócio que possui custos baixos para se manter, o que através da internet é muito mais fácil de acontecer. Outro pré-requisito para se encaixar nesse modelo de negócio defendido por alguns especialistas é o fato de ser uma empresa que trabalha com altos níveis de incerteza.

Ou seja, por se tratar de um empreendimento inovador, existe a possibilidade do negócio não dar certo, já que também não está associada a outras empresas já existentes. Muitos dos empreendedores ou grupos de empreendedores que iniciam uma startup estão simplesmente entrando de cabeça em um mundo, muitas vezes, desconhecido.

Baixe planilha de análise de concorrência
Baixe e-book com 6 maiores erros de quem faz anúncios
Baixe e-book de como capturar e-mail

Embora esse risco exista também em relação à incerteza de que será algo de interesse dos consumidores, até porque por ser inovador, não tem como precisar com exatidão que vai conquistar o seu público alvo, por mais que sejam realizadas pesquisas para identificar a sua viabilidade, o risco é principalmente econômico.

Nesse sentido, é bastante comum que os empresários de startups tenham que buscar financiamento de pessoas e/ou empresas interessadas em seu negócio. Em muitos casos, esse modelo de negócio funciona apenas por meio de investidores que acreditam no sucesso de uma ideia inovadora e que, por isso, injetam capital nela. Claro, esperando boas recompensas no médio prazo.

Já que a ideia é reunir um forte grupo de investidores, as startups também se diferenciam por serem pensadas desde o início como grandes negócios, mesmo que em um primeiro momento elas sejam colocadas em prática de maneira mais local. Porém, a pretensão é que estejam em constante crescimento e que até mesmo atravessem as fronteiras do país.

Como iniciar uma startup

Como muitas pessoas têm se arriscado nos negócios virtuais nos últimos anos, é possível dizer que grande parte delas tenha iniciado uma startup. Isso é ainda mais verdade quando esses novos empreendedores criam um modelo de negócio diferente das empresas tradicionais que operam no mesmo segmento de mercado.

Já para começar com uma startup propriamente dita, o passo a passo não é muito diferente do que é necessário para abrir qualquer tipo de negócio na internet. O diferencial maior, possivelmente, seja o fato da startup, por ser que ser um negócio inovador, contar com chances de sucesso limitadas.

Como recuperar 30% pedidos pagos por boleto
Saiba por que usar e-mail marketing na sua loja
Faça parte da Lista Vip DLoja Virtual

Isso acontece principalmente porque não tem como os empreendedores compararem o seu negócio com outras empresas que já existem. Por mais que sejam semelhantes a outras ideias, no sentido de oferecerem serviços ou produtos que antes não existiam pela internet, o que é oferecido em si deve ser diferente ou a forma para tanto precisa ser realmente distinta.

Porém, mesmo assim, é conveniente que os donos da ideia façam uma pesquisa para avaliar o impacto do negócio que desejam operar. Com isso, podem até mesmo adaptá-lo de modo que o risco diminua e as chances de sucesso aumentem. Nesse sentido, é importante apostar em uma ideia que supra alguma necessidade de um perfil de consumidores.

O que mais é preciso para começar uma startup

É necessário ainda que os empreendedores de startups tenham conhecimentos profundos de administração, uma vez que os riscos são maiores e, desse modo, é preciso que haja mais segurança na hora de tomar decisões administrativas. Não é necessário ter formação superior, desde que seja buscado o conhecimento necessário, o que pode ser feito por meio dos conteúdos oferecidos pela internet e cursos gratuitos.

Veja 3 Ferramentas para monitorar seu mercado
Aprenda como usar o CANVAS
Aprenda como usar o Google Analytics em sua loja virtual

Além disso, é preciso acessar informações com outros empresários de startups, conhecer os casos de sucesso e entender melhor como tudo isso funciona. O próximo passo é identificar o público alvo detalhadamente, saber qual a sua faixa etária, gênero, onde reside, gostos, preferências, situação empregatícia, remuneração e outros dados relevantes.

Essas informações reunidas constituem o plano de ação, que funciona como uma estratégia de negócio e que vai guiar as suas atitudes. Quando tudo é colocado no papel, fica mais fácil de visualizar melhor o seu negócio e fazer as mudanças necessárias.

Outro diferencial das startups é que ao ganharem forma na internet, por meio de um site ou aplicativo, o seu layout deve transmitir toda a sua inovação que possuem, com design diferenciado, altamente atrativo e intuitivo. Assim, o marketing desse tipo de negócio deve possuir as mesmas características, para que realmente torne-se atrativo ao seu público alvo.

7 dicas para começar a usar o Youtube
Saiba se seu site está otimizado
Baixe a planilha de planejamento de ações de marketing
Baixe e-book para datas comemorativas

As mídias sociais mais uma vez são as grandes aliadas desse tipo de empreendimento. No entanto, como a pretensão é se tornarem conhecidas nacionalmente, no mínimo, em um período relativamente curto de tempo, em breve pode ser necessário ainda que o seu plano de marketing se estenda para os meios de comunicação mais tradicionais também.

LEAVE A REPLY