Modelos de e-commerce para você seguir

Modelos de e-commerce para você seguir

0
SHARE
Modelos de e-commerce para você seguir
Modelos de e-commerce para você seguir

Sempre bom ter discernimento para nos espelharmos em bons modelos e no e-commerce alguns deles existem, e podemos extrair muito conhecimento. Pensando nisso, conheça alguns modelos de negócio para se inspirar. E depois de conhecer melhor cada uma das opções, a escolha estará facilitada.

Assista Webnário para montar loja virtual
Veja 8  dicas para montar uma loja virtual
Baixe E-book Gestão de e-commerce para PME
Assista a Palestra: E-commerce Do Zero Aos Resultados Em 6 Etapas

No período de planejamento do negócio, a escolha entre as opções de modelos de e-commerce pode mudar os rumos da empresa, inclusive implicar em economia financeira.Porque a escolha do modelo tema mesma importância da escolha do produto. Assim, dois quesitos são atendidos: o que e como vender.

Como vender

Quando se pensa na forma como vender o seu produto, a preocupação esbarra na plataforma que será usada. Para os inexperientes uma consultoria ou um serviço consolidado atuando com todo o suporte é fundamental. Para quem já domina todos os quesitos do negócio, um modelo mais independente funciona bem.

– Plataforma gratuita

Grandes sites, como o Mercado Livre, funcionam como um grande shopping center. Assim, para pequenas lojas virtuais, é como se estivesse ocupando um espaço.

Trata-se de uma opção barata e perfeita para testes, para sentir o mercado.

– Plataforma alugada

Essa opção tem uma aparência mais profissional, com a vantagem de ter um suporte para manter a loja online.

7 dicas para começar a usar o Youtube
Saiba se seu site está otimizado
Baixe a planilha de planejamento de ações de marketing

Baixe e-book para datas comemorativas

Essa experiência é ideal para quem prefere manter-se seguro na parte tecnológica e ter independência para administrar o negócio em si.

– Plataforma própria

Já para quem tem muita experiência e quer autonomia total, a plataforma própria é o ideal. Claro, que o custo é infinitamente maior e os riscos também. É como construir um imóvel a partir da planta, porque toda a ideia e o desenvolvimento é bancado pela própria loja.

Business to business

O comércio B2B é aquele que acontece entre duas empresas. Na busca por nichos, esse pode ser o caminho, e assim atender um setor especificamente.

Quem atua dessa forma, geralmente recebe pedidos periodicamente para atender a demanda de outros negócios. O que pode ser considerado um mercado mais consistente.

Business to consumer

Esse é o modelo mais comum, aquele em que se pensa naturalmente. Nesse caso, a venda é feita para o consumidor final. É o tipo que mais cresce porque absorve pequenos negócios com facilidade. É o que possui maior volume de vendas.

Business to employee

Pouco difundida, essa é a modalidade de e-commerce para funcionários, onde os produtos ficam disponíveis na intranet da empresa.

Defina alguns diferenciais para o seu e-commerce

Existem dois pontos em especial que vão fazer a diferença para o sucesso de seu negócio, são eles: eficiência e parcerias. Isso porque pensar em processo eficientes, desde a compra até o acompanhamento do pós-venda, o resultado é redução dos custos do negócio, melhor uso dos recursos, e garantia de satisfação do cliente.

Baixe planilha de análise de concorrência
Baixe e-book com 6 maiores erros de quem faz anúncios
Baixe e-book de como capturar e-mail

Outro diferencial é a relação construída com os fornecedores. O e-commerce que consegue os melhores preços e prazos se destaca no mercado. E isso não é fácil de conseguir.

Se está ou deseja entrar nesse mercado sabe que tudo coopera a favor, afinal, o e-commerce no Brasil terá crescimento de pelo menos 15% – apensar de toda a crise econômica.Mas pensando em faturamento, somos o maior da América Latina.Sendo que o segundo é três vezes menor.

Portanto, espaço para trabalhar existe no mercado, e dinheiro circulando também. Mas se sobressai quem faz tudo direitinho.

Os melhores e-commerce de acordo com o consumidor

O Prêmio E-bit apresenta as melhores lojas virtuais, considerando critérios técnicos e o voto popular também.

Algumas dessas lojas são gigantes e com elas todos nós podemos aprender bastante, mas você já parou para analisar cada uma delas? Então, pare um pouco para refletir e observar o que pode servir como exemplo e utilize as boas ideias como modelo.

Lojas Americanas

Atuando online desde 1999 e uma das primeiras lojas virtuais no país, as Lojas Americanas tem respeito e credibilidade do consumir.

Primeiro, porque era uma das poucas opções disponíveis no início, e também porque oferece uma infinidade de produtos. Com um sistema de atendimento elogiado.

Submarino

Uma gigante da internet, com atuação exclusivamente online, já iniciou seus trabalhos com altos investimentos e se tornou referência no e-commerce.

Como recuperar 30% pedidos pagos por boleto
Saiba por que usar e-mail marketing na sua loja
Faça parte da Lista Vip DLoja Virtual

É uma empresa com um volume de vendas impressionante e que cresce cada vez mais. Além de diversificar a operação.

Magazine Luiza

Agora temos um case de sucesso, que desde sua criação se mostrou como uma empresa inovadora e sólida.

O Magazine Luiza segue com excelentes resultados online mesmo com a crise, especialmente porque nunca se afasta dos seus clientes. Todas as ações tem como objetivo principal oferecer atenção aos clientes e proporcionar melhores condições para escolher na hora da compra.

Ultrafarma

O que era, inicialmente, um negócio local e físico, viu tudo mudar no momento de transição com a televenda. Para o e-commerce foi questão de tempo.

A Ultrafarma se adaptou e atingiu resultados impressionantes após a entrada em ambiente online. Hoje é uma das empresas de um grupo que cada dia fatura mais em um nicho pouco explorado nessa escala.

Netshoes

Um dos melhores exemplos para citar a força de trabalhar um nicho específico e proporcionar o melhor preço. A Netshoes há muito tempo é referência no mercado, inclusive de gestão. A empresa pode redefinir estratégias, mas não perde posição e prestígio.

Além das grandes empresas – e toda a fortuna para investimentos que possuem, há também muitos casos de sucesso de pequenos negócios que encontraram o seu lugar ao sol.

LEAVE A REPLY