Gestão de estoque

Gestão de estoque

505
0
SHARE
Gestão de estoque
Gestão de estoque

A gestão de estoque é uma das mais importantes necessidades para qualquer negócio, apresentando-se também como uma atividade bastante desafiadora. O controle de estoque, numa loja virtual, é mais importante ainda do que numa loja convencional, já que, nesse tipo de loja é possível conversar com o cliente antes de ser realizada uma compra, enquanto que, na virtual o cliente paga e se o empresário não tiver o produto, não irá conseguir atender em tempo e, vendendo uma mercadoria que não possui, a loja corre o risco de comprometer a relação de confiança e manchar a sua reputação.

Por isso, para a correta gestão de estoque é necessário escolher e gerenciar todos os produtos, mantendo a variedade, a quantidade, o giro e a cobertura, entre outros detalhes. Ou seja, o empresário de uma loja virtual deve manter o equilíbrio entre a oferta e a procura, um equilíbrio que deveria ser conferido constantemente através de indicadores precisos.

>Como montar uma loja virtual
>Como fotografar e editar fotos em sua loja virtual
>Como atrair visitantes gratuitamente para sua loja virtual
>Como vender pelo Facebook e Instagram

Para o empresário online, a gestão de estoque deve partir de controles básicos, como a escolha dos produtos conforme o mercado está solicitando, considerando a sazonalidade, a moda e a tendência, ou seja, fazendo um acompanhamento time to market, oferecendo produtos certos na hora certa.

Além disso, é necessário classificar a demanda dos produtos em ordem decrescente, verificando o giro do estoque, a proporção de faturamento de determinados produtos e a margem de lucro obtida, montando um histórico para a análise da curva ABC.

>Assista o Webinar para montar loja virtual
>Veja 8  dicas para montar uma loja virtual
>Baixe E-book Gestão de e-commerce para PME
>Assista a Palestra: E-commerce Do Zero Aos Resultados Em 6 Etapas

Controlando o estoque pela curva ABC

Na curva ABC consideramos como classe A os produtos de maior importância, que podem representar até 20% do total de produtos, mas que apresentam maior demanda. Na classe B temos em torno de 30% dos produtos e, finalmente, na C, 50%. Esses padrões não formam uma regra, podendo variar de empresa para empresa, mas mostram que temos produtos que mais são comprados e é neles que devemos ter maior atenção.

A curva ABC é uma excelente ferramenta para gestão de estoque, sendo também útil para definirmos nossa política de vendas e a programação de produção, por exemplo. Assim, podemos comprar a quantidade certa de cada produto, trazendo maior variedade e menor quantidade para itens menos vendidos.

>Baixe planilha de análise de concorrência
>Baixe e-book com 6 maiores erros de quem faz anúncios
>Baixe e-book de como capturar e-mail

Aplicando a curva ABC, podemos conseguir custos mais baixos de distribuição e de armazenamento, oferecendo mais opções e conseguindo atingir uma parcela maior do público consumidor.

Estratégias para a gestão de estoque

Você deve escolher a melhor gestão de estoque dependendo da maneira como atua em sua loja virtual. Assim, por exemplo, é possível haver um estoque tradicional, um estoque consignado e um estoque terceirizado. Cada um deles apresenta características próprias:

Estoque tradicional

O estoque tradicional funciona como numa loja física, onde é necessário ter um espaço para armazenamento dos produtos, podendo ser montado em formatos distintos, como detalhamos a seguir:

 Estoque físico, onde você tem o local para armazenagem, controlando toda a operação e garantindo a rapidez na entrega. Esse modelo apresenta algumas desvantagens, como sobra de estoque, capital de giro empatado e algumas perdas financeiras, problemas que podem ser resolvidos com boas estratégias de marketing para desovar produtos que estejam há mais tempo parados.

>Como recuperar 30% pedidos pagos por boleto
>Saiba por que usar e-mail marketing na sua loja
>Faça parte da Lista Vip DLoja Virtual

 Estoque compartilhado, quando você mantém um estoque que é usado tanto por uma loja física quanto uma virtual, com a vantagem de investir somente um espaço para organizar e gerenciar estoque de operações diferentes. Aqui é preciso bastante atenção para não misturar a gestão do estoque de cada operação, havendo a necessidade de um sistema informatizado para atualizar os pedidos em tempo real.

>Veja 3 Ferramentas para monitorar seu mercado
>Aprenda como usar o CANVAS
>Aprenda como usar o Google Analytics em sua loja virtual

 Estoque consignado, um formato que facilita o processo de armazenamento dos produtos, através de um acordo entre o empresário virtual e o fornecedor, o que possibilita, entre outras coisas, devolução de produtos que não tenham maior demanda.

Nesse modelo, o risco é menor, já que o empresário não precisará investir tanto na compra de produtos, mas é um formato que não se encaixa em alguns segmentos, principalmente quando há data de validade. Além disso, o fornecedor deve ser confiável, atendendo as necessidades da loja virtual, além de exigir do empresário a manutenção de um estoque mínimo para driblar possíveis imprevistos.

Estoque terceirizado

Para otimizar espaços físicos exigidos para o armazenamento, o estoque terceirizado apresenta-se como uma opção, podendo ser gerenciado através de dois formatos diferentes:

 Drop Shipping, quando a loja virtual trabalha com fornecedores estrangeiros, que se tornam responsáveis pela gestão do estoque. Aqui, a cada novo pedido, o empresário direciona para o fornecedor, que tem a responsabilidade de enviar o produto diretamente para o consumidor. Vale lembrar que este formato é considerado ilegal, principalmente por não apresentar procedimentos muito claros e por driblar a legislação tributária.

>Baixe a planilha de planejamento de ações de marketing
>Baixe e-book para datas comemorativas

 Cross Docking, uma prática logística que se utiliza de procedimentos mais práticos, onde uma loja vende o produto através de um sistema de back Office que consulta estoques de outras lojas, consolidando o pedido após a confirmação do pagamento.

O faturamento é feito pela loja que tem o produto e o remete para a loja que efetivamente vendeu que, por sua vez, o envia ao consumidor. A principal vantagem nesse modelo é a otimização e redução de custos, mas não permite o controle direto do estoque e exige prazos mais longos para a entrega.

>Como atrair cliente com e-mail marketing
>7 dicas para começar a usar o Youtube
>Saiba se seu site está otimizado

Em qualquer modelo de gestão de estoque é preciso investir em uma plataforma que dê possibilidades de integração de controle dos produtos vendidos, além de ter contratos com fornecedores que sejam confiáveis e que mantenham a responsabilidade de atender à logística necessária, permitindo que o cliente seja atendido no prazo, com produtos de qualidade.

A gestão de estoque deve atender principalmente a manutenção da reputação da loja virtual. Entre os modelos propostos, o empresário deve analisar o que mais lhe convém e que possibilite a manutenção do seu empreendimento e da confiança de sua clientela. Na internet, um empresário tem como principal necessidade fidelizar o cliente, uma vez que a concorrência é bastante acirrada e um site de e-commerce pode ser facilmente trocado por outro que ofereça aquilo que o cliente está esperando.

LEAVE A REPLY