Como funciona a busca do Google

Como funciona a busca do Google

0
SHARE
Dicas de SEO para loja virtual
Dicas de SEO para loja virtual

Leia neste artigo como funciona a busca do Google

Pare para pensar como é fascinante digitar qualquer termo e surgir a sua frente milhões de resultados para a sua busca. Esse processo acontece milhões de vezes a todo momento, em diversos idiomas, e para praticamente qualquer assunto. Existe até uma história que diz, se você não encontrar algo no Google é porque aquilo não existe. Mas esse processo tem muitas peculiaridades, quer conhecer?

Antes, um pouco de história…

O começo dos sites de busca remonta o início da internet, eles surgiram da necessidade básica de uso e se tornaram bastante rentáveis, já que as empresas, ao comparar um anúncio em uma revista de grande circulação e a internet, perceberam a possibilidade de retorno bem maior. Os primeiros sites de busca se utilizavam de dois critérios para organizar os resultados: pagamento e número de visitas.

>Veja 3 Ferramentas para monitorar seu mercado
>Aprenda como usar o CANVAS
>Aprenda como usar o Google Analytics em sua loja virtual

O Google inovou quando surgiu por eleger aquela classificação com um sistema diferente:

– Permanência média do usuário,
– Tempo de existência do site,
– Quantidade de informações no site,
– Ausência de conteúdo repulsivo.

Logo os usuários perceberam que os resultados apresentados nas pesquisas do Google eram mais satisfatórios. Atualmente, estima-se que 94% das buscas realizadas na internet são feitas a partir do Google.

O começo da busca no Google

Antes de tudo, para entender como funciona a busca do Google, é preciso entender como o Google reúne as informações que você recebe como resultados. Existe um robô (sim aquela ideia futurista que vimos muitas vezes em filme é realidade), o Googlebot que escaneia todas as páginas online.

>Como montar uma loja virtual
>Como fotografar e editar fotos em sua loja virtual
>Como atrair visitantes gratuitamente para sua loja virtual
>Como vender pelo Facebook e Instagram

Claro que existem características específicas que impedem o escaneamento pelo Googlebot.Uma boa tática para quem deseja ser escaneado e indexado ao buscador de forma mais ágil é utilizando arquivos XML. Esse robô entende que tem mais relevância os sites com mais links.Portanto, até aqui falamos sobre relevância.

O meio da busca no Google

Vamos chamar de segunda etapa a análise segundo as políticas editoriais do Google. Nessa etapa entram em ação o Google Search Quality e o antispam. As denúncias de spam, por exemplo, são verificadas. O risco aqui é até de ser banido e não aparecer em nenhum resultado. Imagine que o robe está trabalhando a todo momento, então essas análises são permanentes.

O fim da busca no Google

O resultado, literalmente, é o que interessa. Já sabemos como o processo de preparação funciona, queremos saber o que acontece quando um usuário faz uma pesquisa. Nesse momento acontece uma das ações mais curiosas, a sugestão de palavras similares. Os recursos “você quis dizer” e “preenchimento automático”, foram projetados para ajudar o usuário, poupando tempo e corrigindo os erros de ortografia mais comuns.

>Assista o Webinar para montar loja virtual
>Veja 8  dicas para montar uma loja virtual
>Baixe E-book Gestão de e-commerce para PME
>Assista a Palestra: E-commerce Do Zero Aos Resultados Em 6 Etapas

Quando o resultado surge saiba que o ranking é estabelecido pela relevância que cada página possui. Vários fatores influenciam no resultado, como a localização, o conteúdo compartilhado por seus amigos, e os anúncios, que podem ser exibidos à frente se já tiver recebido muitos cliques. Isso tudo acontece em segundos!

Dicas para melhorar a posição no ranking

Ao entender o funcionamento do mecanismo de busca do Google, a pergunta que você se fazendo agora é: o que eu preciso fazer para aparecer nas primeiras colocações?

E a boa notícia é que há sim. Como se trata de análise de algoritmos, nada é garantido, mas utilizando algumas técnicas, certamente a sua colocação vai melhorar bastante.

São elas:

– SEO (Search Engine Optimization) é totalmente efetivo em resultados porque transformam o conteúdo em algo amigável para os robôs. Os principais pontos a observar em SEO são, o título, meta description, palavra-chave e usabilidade.

Para os títulos, estabeleça um padrão de uso e inclua o nome da página, mas separado do restante do título, além disso, não ultrapasse os 70 caracteres. Já a meta description, ou resumo da página, precisa combinar com o termo pesquisado, portanto, com a palavra-chave utilizada.

>Baixe planilha de análise de concorrência
>Baixe e-book com 6 maiores erros de quem faz anúncios
>Baixe e-book de como capturar e-mail

Deve ser um resumo sobre o conteúdo da página em 153 caracteres. E por fim a usabilidade, para melhorar a sua utilize uma linguagem simples e clara, produza um conteúdo objetivo, e monte o site como uma estrutura fácil.

Existem muitos outros detalhes sobre SEO, mas o mais importante é lembrar que essa ferramenta é utilizada para os buscadores, mas o site é mantido para leitores, portanto, o seu site deve ser desenvolvido pensando em ambos.

– PageRank é um medidor de importância de uma página, de modo geral, mas internamente cada página possui seu próprio Page Rank também. O grande segredo para utilizar bem essa ferramenta é encontrar um equilíbrio entre o volume de links internos e externos.

>Como atrair cliente com e-mail marketing
>7 dicas para começar a usar o Youtube
>Saiba se seu site está otimizado
>Baixe a planilha de planejamento de ações de marketing
>Baixe e-book para datas comemorativas

Um grande erro de quem não compreende muito bem essa ferramenta é abolir os links externos com a justificativas que estes causam perdas, mas é exatamente o contrário o efeito dos links externos.

O que aprendemos sobre a busca do Google

Podemos comparar o Google a uma biblioteca, portanto, pesquisar na web é como procurar algo em um livro gigante com um índice impressionante, onde tudo está localizado.

Resumidamente os três principais processos de retorno de resultados de pesquisa são:

– Rastreamento: é o processo realizado pelo Googlebot, que a todo momento busca páginas novas e atualizadas. Esse processo e feito a partir de uma lista de URLs, ao visitar cada um desses sites, o Googlebot detecta os links de cada página, seleciona e as relaciona em um ranking.

>Como recuperar 30% pedidos pagos por boleto
>Saiba por que usar e-mail marketing na sua loja
>Faça parte da Lista Vip DLoja Virtual

– Indexação: após o processo de rastreamento e compilação de um imenso índice de palavras, e outros atributos, serão indexadas as páginas rastreáveis.

– Resultados: como resultado de uma busca, o Google mostra os resultados mais relevantes, um dos fatores considerados é o PageRank, que considera fortemente o link de uma página proveniente de outra. O Google retorna como resultado as páginas que oferecem conteúdo relevante e de qualidade.

LEAVE A REPLY