Como fazer um Plano de Negócios

Como fazer um Plano de Negócios

0
SHARE
Como fazer um Plano de Negócios

Empreender sempre foi o sonho de muitos brasileiros, e com o cenário econômico atual e o constante aumento na taxa de desemprego para muitos essa se tornou a única opção, contudo para obter bons resultados é necessário se planejar e saber exatamente é preciso para manter a empresa no mercado.

O plano de negócios é importante justamente para que o empreendedor saiba exatamente quanto de investir e como deve fazê-lo de maneira a conseguir lucrar, é como um planejamento, onde se organiza as ideias para ver se são viáveis.

 

Veja a seguir o passo a passo de como montar um plano de negócios

Sumario executivo: esta parte deve conter o resumo das partes mais importantes do plano de negócio, dados dos empreendedores, a missão da empresa, o setor em que vai se inserir sua forma jurídica, fonte de recursos, capital social e qual será a fonte de recursos. Essa pare do seu plano de negócios só deve ser feita quando todas as demais estiverem concluídas.

A primeira parte do Plano de negócio deve ter o detalhamento das seguintes informações:

Resumo dos principais pontos do plano de negócio: Neste tópico é necessário escrever sobre como é o negócio, quais os produtos ou serviços que irá oferecer aos seus clientes, qual será seu público alvo, o local onde a empresa irá se instalar, quanto irá investir na mesma, qual o faturamento mensal esperado e o temo que espera obter retorno de seu investimento.

 

LEIA TAMBÉM:

>COMO FAZER UM PLANO DE AÇÃO PARA SEU NEGÓCIO
>PLANO DE PROJETO DE LOJA VIRTUAL
>SAIBA UM POUCO MAIS SOBRE ADWORDS

>O QUE AS PESSOAS MAIS COMPRAM NA INTERNET
>COMO ANUNCIAR PRODUTOS NA OLX 
>O QUE É E-PROCUREMENT

Dados dos empreendedores e suas atribuições: neste tópico deve-se colocar quais são as experiências dos empreendedores que farão parte do negócio e quais funções cada um vai desempenhar.

Dados do empreendimento: Nesta parte colocam-se os dados da empresa, incluindo o CNPJ se a mesma já foi cadastrada.

Missão a empresa: Essa parte é muito importante, pois vai falar de maneira mais detalhada o que é esperado do negócio e dos futuros funcionários que farão parte dele. A missão nada mais é do que o papel que a empresa desempenha junto a sociedade e a razão pela qual ela foi feita. Na hora e desenvolver a missão da empresa tenha em mente algumas perguntas como “Quem é meu consumidor”, “Qual o valor dele para a empresa”, entre outras, vale a pena pesquisar a missão de outras empresas ara se ter uma base.

Setor de atividade: Neste tópico você deve definir qual será o ramo de atuação de sua empresa e consequentemente saber e qual setor ela se encaixa, alguns exemplos de setores são: Indústria, Agropecuária, Comércio e Prestação de serviços.

Forma jurídica: Esta pare do plano de negócios deve ser avaliada com cuidado, nela você deverá definir e qual forma jurídica ela se encaixa Microempreendedor individual(MEI), Empresário Individual, Empresa Individual de responsabilidade individual ou Sociedade limitada

Enquadramento tributário: Escolher seu enquadramento jurídico é muito importante, pois a partir dessa escolha será possível verificar como o simples nacional incidirá no Simples Nacional, que leva em conta o faturamento anual da empresa e esta sujeito a aprovação da receita federal. Nessa categoria a empresa pode ser classificada em ME, com receita bruta superior ou igual a 360 mil, EPP, com renda anual maior que 360 mil e inferior a 3,6 milhões. Existe ainda o MEI que é o modelo ideal para pessoal que faturam até 60 mil reais por ano e possui no máximo um funcionário.

Capital Social: O capital social é um conjunto de itens como dinheiro, ferramentas e equipamentos, ou seja é tudo que a empresa possui, desde o dinheiro em caixa até os investimentos em infraestrutura, é muito importante descrever ada item pertencente a empresa pois quando o plano financeiro for ser elaborado você saberá com certeza qual o total de capital que deve ser aplicado.

Fonte de Recursos: Nesta etapa é necessário descrever como serão obtidos os recursos para a abertura da empresa, se serão próprios ou obtidos por investimentos, empréstimos ou ajuda de terceiros.

 

Na segunda parte do estudo do plano de negócios será necessária a realização de uma Análise de mercado seguindo os seguintes tópicos.

 

Estudo de clientes: é uma das etapas cruciais na elaboração do seu plano de negócios, é necessário identificar as características do consumidor, tais como a faixa etária, sexo, trabalho renda, caso o negócio seja direcionado a atender empresas é preciso verifica qual o ramo das mesmas, qual sérvio oferecem, a quanto tempo estão no mercado.

LEIA TAMBÉM:

>PLANO DE NEGÓCIOS
>CONHEÇA OS PRODUTOS MAIS VENDIDOS NA INTERNET
>SAIBA MAIS SOBRE E-COMMERCE

>COMO CRIAR UMA NEWSLETTER
>SAIBA MAIS SOBRE E-BUSINESS
>COMO COMPRAR PRODUTOS BARATOS PARA REVENDER
>APRENDA COMO MONTAR UM PLANO DE NEGÓCIOS

Estudo de concorrentes: tão importante quanto saber para quem seu produto será vendido é saber quem são os concorrentes da empresa, para fazer esta parte do projeto será necessário avaliar os pontos fracos e fortes das principais empresas concorrentes, como a qualidade do atendimento, preço cobrado, localização, preço. Logo após ter esses dados em mãos deve ser feita uma análise, levando em consideração as seguintes premissas, possível superar os concorrentes, qual será o diferencial que a empresa terá em relação as demais, o mercado oferece espaço para concorrência.

Estudo de fornecedores: nesta etapa será necessário avaliar as empresas que irão fornecer os materiais e matérias primas necessários ao funcionamento da empresa, o cadastro de cada uma dessas empresas deve ser mantido atualizado. Deverá ser feito um trabalho de pesquisa para se ter uma base de preços, prazos de entrega, garantias, qualidade entre outros aspectos.

Em uma terceira parte do plano de negócios será necessário avaliar e formular um plano de marketing que deverá conter os seguintes itens:

Descrição dos produtos e serviços: neste tópico é preciso descrever em detalhes todos os produtos e serviços que serão oferecidos pela futura empresa.
Preço: Aqui o preço do produto deverá ser calculado levando em consideração o valor gasto na fabricação, a mão de obra utilizada e o quanto se deseja receber de retorno.
Promoções: quais promoções deverão ser implantadas para que o produto se torne conhecido, é possível utilizar-se de meios como, radio, Televisão, internet, carros de som, panfletos.
Comercialização: avaliar como o produto será distribuído e chegará nas mãos do consumidor.

Localização: Qual é o melhor endereço em que o negócio poderá se localizar uma loja, por exemplo, possui mais visibilidade no centro da cidade, uma indústria na maioria das vezes é mais aceita em um bairro industrial.

LEIA TAMBÉM:


>E-MAIL MARKETING
>PORCENTAGEM DE VENDAS NO MERCADO LIVRE
>COMO COMPRAR NO E-BAY E PAGAR COM BOLETO

>COMO GANHAR SEGUIDORES NO INSTAGRAM
>COMO SER TORNAR UM EMPREENDEDOR INDIVIDUAL
>FAÇA UM CURSO DE E-COMMERCE

Antes de se concluir o plano de negócios ainda será necessário levar em consideração pontos como, qual o tempo de retorno do investimento, como os funcionários serão divididos em na empresa, quais funções cada um terá, quais serão os gastos fixos e variáveis, custos com o transporte dos produtos, metas a serem alcançadas mês a mês, cada item deve ser feito com todo cuidado e atenção pois é somente a partir desses estudo detalhado é possível prever o sucesso ou insucesso de um empreendimento.

LEAVE A REPLY