Como calcular frete para sua loja virtual

Como calcular frete para sua loja virtual

0
SHARE

Saiba como calcular frete para sua loja virtual e oferecer um preço competitivo para os seus clientes

Ninguém gosta de ficar esperando, não é mesmo? E isso pode ser provado quando se fala dos prazos de entrega de lojas virtuais. Embora existam consumidores que até preferem gastar menos no valor do frete, mesmo que tenham que esperar mais para receber a sua encomenda, só fazem isso pelo custo reduzido.

Ou seja, se não fosse isso, iriam preferir receber a sua mercadoria o quanto antes. Desse modo, saber como calcular frete para sua loja virtual para oferecer um preço competitivo é um diferencial que o seu e-commerce pode ter para aumentar o número de conversões de venda.

Além disso, é importante levar em consideração todas as opções que você tem para entregar os produtos adquiridos aos seus clientes, independente do local onde eles residem. Os Correios são uma empresa bastante utilizada pelas lojas virtuais, contando com diferentes modalidades de entrega.

Uma delas é exclusiva para e-commerce, o e-Sedex. Isso significa que a empresa se adaptou às mudanças do seu segmento e assim oferece um serviço personalizado aos emprenhadores virtuais que comercializam produtos na internet. Há também um grande número de transportadora, as quais são possíveis contratar e que também possuem os seus diferenciais e vantagens.

LEIA TAMBÉM:

>E-MAIL MARKETING
>PORCENTAGEM DE VENDAS NO MERCADO LIVRE
>COMO COMPRAR NO E-BAY E PAGAR COM BOLETO

>COMO GANHAR SEGUIDORES NO INSTAGRAM
>COMO SER TORNAR UM EMPREENDEDOR INDIVIDUAL
>FAÇA UM CURSO DE E-COMMERCE

Mas antes de saber o que é preciso levar em consideração ao escolher entre os Correios e as transportadoras e até mesmo quando é possível unir ambos na sua estratégia de logística, é necessário entender como calcular frete para sua loja virtual.

Calcular frete online para e-commerce

O cálculo usado para vender produtos em sua loja virtual se assemelha à conta que é realizada para definir qual o custo de qualquer tipo de entrega. De forma geral, o valor do frete varia conforme o peso da encomenda ou o seu tamanho, sendo que para o cálculo prevalece o maior.

Isso significa que transportar um produto leve, mas grande pode sair mais caro que uma mercadoria pequena e pesada. Dessa forma, utiliza-se o cálculo do “peso cubado” para saber se o produto é muito volumoso.

Para tanto, se multiplica as dimensões do objeto, depois de embalado, e posteriormente é multiplicado ou dividido por um número, que vai depender do tipo de veículo utilizado para o transporte. Ou seja, se a encomenda for entregue via rodoviária, aérea ou pelos Correios.

Os Correios, por exemplo, multiplica os valores das medidas do produto (comprimento x altura x largura) e depois divide por 4800. Dessa forma, uma embalagem que tenha como medidas, as seguintes dimensões:

Comprimento: 60

Altura: 10

Largura: 30

Deve passar pelo seguinte cálculo de peso cubado:

(60 x 10 x 30) / 4800 = 3,75 kg

No entanto, esse cálculo é feito automaticamente no seu e-commerce, desde que seja usado um dos sistemas oferecidos pela empresa contratada para fazer a entrega aos seus clientes. No caso ainda dos Correios, isso pode ser implantado de duas formas, uma delas é por meio da importação de planilha de CEP/custos.

Assim, a sua loja virtual pode calcular frete online Correios a partir das informações da planilha e dos dados de peso e volume de cada produto que o seu e-commerce oferece. Outro método é através da consulta remota online, que geralmente é realizada via webservice, que usa a linguagem XML.

Nesse caso, sempre que a sua loja virtual calcular o valor do frete o resultado se dará graças à integração do seu e-commerce com o sistema dos Correios. Esses detalhes técnicos são muito importantes de entender de forma completa para que sejam associados a sua plataforma corretamente. Os operadores logísticos também costumam usar esse método de cálculo.

Correios ou transportadora, qual escolher?

Para calcular frete transportadora é preciso, portanto, verificar como funcionam os seus valores para o cálculo do peso cubado de um produto. No entanto, existem muitos outros aspectos a se considerar quando chega a hora de decidir se o seu e-commerce vai fazer uma parceria com os Correios ou com uma transportadora.

LEIA TAMBÉM:

>COMO FAZER UM PLANO DE AÇÃO PARA SEU NEGÓCIO
>PLANO DE PROJETO DE LOJA VIRTUAL
>SAIBA UM POUCO MAIS SOBRE ADWORDS

>O QUE AS PESSOAS MAIS COMPRAM NA INTERNET
>COMO ANUNCIAR PRODUTOS NA OLX 
>O QUE É E-PROCUREMENT

Ambos possuem vantagens e desvantagens, sendo que elas também variam conforme o tipo de produto que você vende e em quais as regiões do país onde está localizado o maior número dos seus clientes. Além disso, algumas exigências dos Correios já podem automaticamente fazer com que você tenha que optar por uma transportadora.

É o caso dos objetos que pesam mais de 15 kg, pois esse é o valor máximo que os Correios transportam via e-Sedex. Quanto às dimensões, o pacote não pode ter mais do que 105 cm de comprimento, largura ou altura. No entanto, a soma das três medidas não pode ser superior a 200.

Se as dimensões e peso dos seus produtos não ultrapassarem as indicadas, outro ponto a analisar é o tipo de produto que você vende, sendo que materiais químicos também não são transportados pelos Correios. Quanto à comodidade, ambos os serviços são eficientes, pois tanto os Correios como as transportadoras podem buscar em sua loja as encomendas a serem entregues.

O que mais ajuda você a decidir?

Outro fator importante é o preço que cada opção oferece. Em geral, os Correios conta com os valores mais acessíveis, o que torna o seu produto mais barato e assim as suas vendas podem ser maiores. Por outro lado, os prazos dos Correios podem ser maiores, sendo que isso vai depender do endereço do remetente e do destinatário, sem contar que podem entrar em greve.

Além disso, existem serviços oferecidos pelos Correios em que as entregas são feitas no mesmo dia da postagem, mesmo que em estados diferentes. Porém, isso possui um custo maior. Ou seja, embora fundamental avaliar o preço mais em conta para o frete, é preciso também colocar na balança se o barato não vai sair caro.

Existe ainda o fato de que as transportadoras podem ser mais vantajosas financeiramente se os seus clientes estiverem concentrados em uma determinada região onde elas atendem.

Nesse caso, a transportadora pode oferecer preços promocionais. Já as empresas que entregam em todo o país podem contar com preços mais altos.

No entanto, se você atende a todo o país, essa pode ser tornar a solução com o melhor custo-benefício. Uma alternativa é reuniu ambas as opções no seu e-commerce, assim, conforme o produto e a região da entrega você pode oferecer a entrega pelos Correios ou por uma transportadora.

LEIA TAMBÉM:

>PLANO DE NEGÓCIOS
>CONHEÇA OS PRODUTOS MAIS VENDIDOS NA INTERNET
>SAIBA MAIS SOBRE E-COMMERCE

>COMO CRIAR UMA NEWSLETTER
>SAIBA MAIS SOBRE E-BUSINESS
>COMO COMPRAR PRODUTOS BARATOS PARA REVENDER
>APRENDA COMO MONTAR UM PLANO DE NEGÓCIOS

Existem lojas virtuais que oferecem várias modalidades de frete e fica a cargo do cliente pagar um pouco mais para receber antes ou escolher o menor custo e esperar mais dias.

LEAVE A REPLY