Como abrir uma empresa individual MEI (Passo a Passo)

Como abrir uma empresa individual MEI (Passo a Passo)

6378
0
SHARE
Como abrir uma empresa individual MEI (Passo a Passo)
Como abrir uma empresa individual MEI (Passo a Passo)

Como abrir uma empresa individual MEI (Passo a Passo) Aprenda a ser um Mei e tenha sua própria empresa.

Muitas pessoas sonham em parar de trabalhar como funcionários e investir em algo próprio. E hoje em dia esse desejo não é difícil de se realizar. Você também tem espírito empreendedor e almeja ter uma oportunidade rentável ao trabalhar por conta própria?

Continue lendo este artigo e descubra passo-a-passo o que é necessário de como abrir uma empresa mei (Micro Empreendedor Individual).

Para começar, você precisa decidir se pretende iniciar uma empresa individual física ou pela internet. Apesar disso, as etapas de como abrir uma mei são bem parecidas. Você precisa estabelecer seu público-alvo, criar um plano de negócio, legalizar o que for necessário, escolher o ponto comercial ou plataforma virtual e investir na divulgação de seu negócio.

Como abrir uma empresa individual passo a passo

Defina o nicho de mercado e seu público-alvo

Uma dica para que seu negócio dê certo e cresça é ser específico em relação ao que irá abordar e vender a seus clientes, que tipo de clientes terá e quais suas necessidades. Conhecer o público a que pretende atingir é imprescindível para estejam sempre satisfeitos. Não tente competir com empresas grandes e antigas no mercado, tente manter o foco em uma linha de pensamento e se sobressair no mercado pela exclusividade e atendimento de qualidade.

A pesquisa de mercado deve ser feita para que você compreenda um pouco mais sobre a população daquele local, a média de preços da concorrência, as necessidades das pessoas, suas insatisfações e hábitos de consumo.

Defina o seu plano de negócio

Abrir uma mei sem planejamento prévio pode te levar ao fracasso rapidamente. O empreendedor precisa definir quais são os seus objetivos, colocar em pauta todas as idéias que tem para seu negócio, e traçar uma rota a seguir para conseguir obter os resultados esperados, além de calcular os gastos que terá para chegar ao seu objetivo. O plano de negócio serve para que o empreendedor diminua os riscos de perder o foco. Depois disso, é a hora de começar a agir

Torne-se um empresário

Abra um MEI passo a passo

Esta é parte da legalização. O homem de negócios, ou o empresário, é a pessoa que opera serviços à frente de uma empresa. Também conhecida como firma individual, essa modalidade compreende sua representação por um titular único. A Junta Comercial é responsável por realizar o registro de abertura de sua empresa mei. Se você fatura até um máximo de R$ 60 mil por ano e não exerce a função de titular ou de sócio em alguma outra empresa, você pode se tornar um Microempreendedor Individual, ou MEI.

O microempreendedor paga taxas específicas à Previdência Social, ICMS e/ou ISS e é isento de impostos federais, como PIS, Cofins, Imposto de Renda, etc. O site disponível para o cadastro na situação de MEI é o: www.portaldoempreendedor.gov.br. Para ter mais informações sobre como se tornar um empresário e outros casos relacionados ao empreendedorismo, também é válido visitar o site da Sebrae:www.sebrae.com.br

O próximo passo importante é decidir o nome de sua empresa individual e fazer o registro dele na Junta Comercial. Antes disso, você precisa conferir se o nome/marca já não existe ou está sendo utilizado. Um formulário sobre a empresa deverá ser preenchido, indicando o perfil de empresa individual que deseja abrir: de pequeno porte ou Microempresa. Você também pode fazer o registro de sua marca no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). Isso é a segurança de que sua ideia não será copiada.

Abra sua loja física ou virtual

Para ter uma loja física, você precisa escolher primeiro o ponto comercia, avaliar o local em que está posicionado na cidade, valor de compra e manutenção, design da loja, se toda essa pesquisa já estiver feita, basta iniciar o processo de montagem da loja de sua empresa individual. Não alugue ou compre um imóvel sem antes garantir que você possa exercer atividade comercial nele.

Essas informações podem ser apuradas na prefeitura da cidade. No caso da loja virtual, sua responsabilidade será de pesquisar sobre a plataforma a qual o site será construído. Uma boa plataforma permitirá uma maior personalização de seu site, além de mais recursos para o seu cliente ter uma experiência positiva nas compras.

Ao contrário do que parece, criar uma loja virtual não é tão simples, também requer investimento e tempo, boas escolhas e o auxílio de um técnico em programação.

Atraia os clientes para sua loja

Existe uma frase muito conhecida e que imprime bem a realidade: “Marketing é a alma do negócio”. Não adianta abrir uma empresa individual linda, com produtos de qualidade e atendimento de primeira, que ninguém ouviu falar sobre. É preciso investir pesado na propaganda de sua loja. Descubra as necessidades de seu público-alvo e invista nisso. Atraia possíveis clientes para você.

A internet é uma ferramenta poderosa nesse quesito. Você pode usufruir de redes sociais, site próprio da loja, sites de busca, links patrocinados, etc. Clientes bem tratados e satisfeitos também são uma grande oportunidade de ser conhecido, portanto dê valor aos feedbacks de seus clientes. Facilitar a compra do cliente oferecendo opções de formas de pagamento também é uma estratégia atrativa: Cartão de crédito, boleto bancário, PagSeguro ou Paypal, etc.


Tenha canais de atendimento ao consumidor


A venda de produtos depende da comunicação, da interação do consumidor com o vendedor. Tanto para comprar um produto, quanto para pedir informações, fazer sugestões, elogios e até críticas, ao abrir uma empresa individual, o empreendedor precisa manter os canais de comunicação de fácil acesso para o atendimento ao cliente. É essencial que o consumidor consiga fazer esse contato. Quanto mais formas de entrar em contato forem oferecidas, mais segurança o cliente sentirá na empresa.

O atendimento deve ser sempre de ótima qualidade mesmo em reclamações, pois um cliente sempre lembra se foi mal atendido. Através de e-mails, telefones com atendimento em horário comercial, chats, você transmite a credibilidade de seu negócio aos clientes. Em consequência, descobre seus erros e acertos, que trarão crescimento e experiência. No e-commerce, isso é ainda mais importante, pois através desses canais, o cliente conseguirá manter um contato com o vendedor, estabelecendo assim uma relação de confiança.

E aí, gostou das dicas de como abrir uma MEI? Compartilhe nas redes sociais, talvez um de seus amigos possa gostar também. Dê a sua opinião aqui no blog. Sua opinião é muito importante para nós.

Clique para voltar ao guia de Empreendedor Individual.

LEAVE A REPLY