Como abrir uma empresa online passo a passo

Como abrir uma empresa online passo a passo

4641
0
SHARE
Crescimento do E-commerce no Brasil
Crescimento do E-commerce no Brasil continua mesmo com crise

Leia nesse artigo como abrir uma empresa online passo a passo com essas superdicas

Abrir uma empresa online exige comprometimento para que dê certo. Visando facilitar sua tarefa, neste artigo focaremos em pontos de atenção que é necessário que se fique atento para que sua loja virtual seja bem-sucedida. Entre os principais pontos que elencaremos que precisam de atenção estão a plataforma, os pagamentos, o sistema antifraude, a segurança para o cliente, o marketing, suporte e o frete.

Plataforma

Não há como escapar, a plataforma é uma das decisões mais importantes que você tomará, além de ser uma das primeiras. Ela é importante porque tudo que você fizer estará apoiado nessa plataforma. Por isso, é necessário escolher uma que seja flexível e possua boa qualidade.

LEIA TAMBÉM:

>E-MAIL MARKETING
>PORCENTAGEM DE VENDAS NO MERCADO LIVRE
>COMO COMPRAR NO E-BAY E PAGAR COM BOLETO

>COMO GANHAR SEGUIDORES NO INSTAGRAM
>COMO SER TORNAR UM EMPREENDEDOR INDIVIDUAL
>FAÇA UM CURSO DE E-COMMERCE

Especialistas recomendam a troca de plataforma a cada três anos. Logo, você precisa pensar nesse tempo médio para sua plataforma. Logo, não escolha uma muito pequena, já que seu negócio pode crescer e você encarar problemas.

Há três plataformas comuns utilizadas no mercado: as gratuitas, pagas e de código fonte aberto. As gratuitas são as mais limitadas e que possuem a menor possibilidade de customização da página.

LEIA TAMBÉM:

>COMO FAZER UM PLANO DE AÇÃO PARA SEU NEGÓCIO
>PLANO DE PROJETO DE LOJA VIRTUAL
>SAIBA UM POUCO MAIS SOBRE ADWORDS

>O QUE AS PESSOAS MAIS COMPRAM NA INTERNET
>COMO ANUNCIAR PRODUTOS NA OLX 
>O QUE É E-PROCUREMENT

Já as pagas geralmente possuem a melhor qualidade, oferecendo possibilidades de customização da plataforma, mas por isso acabam cobrando uma pequena porcentagem da receita da sua emprega. Por fim, as de código aberto também são gratuitas, mas necessitam que você contrate um especialista ou que tenha conhecimentos específicos da plataforma. Aqui, naturalmente, cabe a você entender o que é mais adequado para sua loja virtual.

Pagamentos

Decidido a plataforma, o recebimento de pagamentos é outro ponto fundamental na montagem de uma plataforma. Então, logicamente, muita atenção nessa hora. Também existem três métodos mais conhecidos para receber pagamentos: os gateways de pagamento, os intermediadores de pagamento e a integração direta com o adquirente.

Os gateways acabam oferecendo soluções robustas de pagamento, garantindo conexões estáveis de rede, seja pela Cielo ou Redecard, por exemplo. Costumam cobrar uma taxa fixa por cada transação, o que acaba sendo uma solução mais barata. Mesmo assim, o lojista precisa levar em consideração o pagamento de outros serviços, como o anti-fraude, já que lidará diretamente com o cliente.

Por sua vez, os intermediadores de pagamento são os mais recomendados para quem está iniciando no mercado eletrônico. Eles são fácies de usar e acabam auxiliando o lojista em duas frentes: fazem o adiantamento dos valores recebidos e assumem o risco da fraude por parte dos clientes. Como ponto negativo fica o fato de cobrarem uma taxa fixa por cada transação e mais uma segunda taxa, que é variável sobre o valor total

LEIA TAMBÉM:

>PLANO DE NEGÓCIOS
>CONHEÇA OS PRODUTOS MAIS VENDIDOS NA INTERNET
>SAIBA MAIS SOBRE E-COMMERCE

>COMO CRIAR UMA NEWSLETTER
>SAIBA MAIS SOBRE E-BUSINESS
>COMO COMPRAR PRODUTOS BARATOS PARA REVENDER
>APRENDA COMO MONTAR UM PLANO DE NEGÓCIOS

Já a integração direta com o adquirente, por fim, é a opção indicada para empreendedores com boa experiência e que tenham conhecimento de segurança virtual. Aqui, você pode se livrar das taxas, mas precisará controlar toda a segurança do usuário, o que pode trazer pontos positivos ou negativos.

Anti-fraude

Como dito acima, receber pagamento diretamente exige preocupações adicionais. Isso porque o cliente pode pagar com cartão de crédito roubado. Caso você tenha enviado o produto, dias depois pode saber pelo cartão que a transação foi desfeita e você fica sem o dinheiro. Então, caso queira continuar recebendo pagamentos anti- fraude, a sugestão é contratar um bom serviço que faça análises das transações e

Segurança

Quando estiver fazendo sua loja virtual, é fundamental se preocupar com segurança, já que seus futuros clientes também ligam para isso e porque é essencial que você proteja os dados dos seus clientes. São duas formas de fazer a segurança do seu e- commerce. A primeira é por SSL (Secure Socket Layer), que é um instrumento de cadastro na hora da compra no qual é obrigado o uso de SSL. Esse sistema funciona como uma proteção para que eventuais invasores não roubem informações dos clientes. A outra forma é o chamado Scan de Aplicação e IP, no qual são buscadas vulnerabilidades no seu site que permitam indivíduos mal-intencionados acessarem seu

Marketing

Até aqui, você já decidiu qual plataforma usar, já escolheu um meio adequado de pagamento, colocou um sistema antifraude e deixou seu site seguro para os clientes. Bem, agora é necessário se dedicar em formas de captar novos clientes e para isso o marketing é fundamental. Assim, as principais fontes de tráfego que podem ser utilizadas para potencializar seu comércio eletrônico são:

Redes sociais:

É um ótimo canal para construir a marca da sua loja virtual. Além de ser barato, permite que você chegue diretamente a potenciais clientes. Então, tenha conta em redes sociais como Facebook, Instagram e Twitter e publique conteúdo relevante para seus clientes.

Google Adwords:

É o instrumento de anúncios do Google. É muito utilizado por lojas que tenham uma verba para dispender para esse canal. E isso é recomendado, já que gera um grande volume de visitas em um curto espaço de tempo.

Email marketing:

É uma excelente forma de alcançar seu cliente. Então, crie uma lista de todos seus clientes e busque-os novamente. Assim você pode idealiza-los e lucrar mais vezes com eles.

Conteúdo:

Tenha um bom conteúdo. Assim você poderá atrair potenciais visitantes para comprar na sua loja virtual. Isso é um método barato e que se utilizado a longo prazo traz um ótimo resultado.

Logística e frete

Esse é outro ponto fundamental para que sua loja tenha sucesso. De nada vender os produtos se você não os consegue entregar de forma rápida para o cliente. De forma resumida, existem duas formas principais para fazer entregas. São elas:

Correios:

Costumam ser a estratégia mais conhecida e simples para que as entregas possam ser feitas. O ponto negativo fica pelo fato de ter um limite de cargas de 30 quilos por cada envio e de ter um limite de dimensão que pode vir a ser enviado. Além disso, você pode eventualmente acabar sendo prejudicado por algum tipo de paralisação ou greve – elementos que fogem ao seu controle.

Transportadoras:

mais estáveis que os Correios, não tem limitação de peso ou de tamanho. Também são menos sujeitas a greves. O problema, no caso, é de que não é indicado para quem vive de pequenas vendas, já que possui um custo mais elevado.

Simplo 7 - Loja Virtual

LEAVE A REPLY