O que você vai vender no ano que vem?

O que você vai vender no ano que vem?

571
0
SHARE

Embora o título deste artigo possa parecer que não se aplica a você, lembre-se que, em última instância, todos nós somos vendedores de alguma coisa. Do nosso conhecimento, do nosso trabalho, da nossa energia… e vendemos a alguém que pode ser o nosso cliente ou nosso patrão. De qualquer modo, em qualquer situação que você esteja, essa decisão do que vender, e para quem, é a decisão mais estratégica a ser tomada e terá conseqüências diretas nos resultados alcançados em seus projetos.

Um empreendedor que pretenda desenvolver um negócio na Internet, tem pela frente uma enormidade de alternativas de segmentos de atuação para escolher e, dependendo dessa escolha, diversas situações futuras, positivas ou negativas, poderão ocorrer. Por exemplo: o segmento de atuação escolhido é muito concorrido e não oferece espaço viável para um novo concorrente, ou, o segmento é pouco explorado, de forma que existem excelentes chances de sucesso; o segmento já se mostrou inviável, aqui e em outros países, ou, o segmento já está consolidado em outros países e vem crescendo com altas taxas aqui no Brasil; o produto oferecido tem características que dificultam sua comercialização por meio da Internet, ou, o produto pelas suas características exerce grande atratividade sobre o internauta e é um sucesso nas vendas on-line, e assim por diante. São cenários alternativos decorrentes da decisão inicial: o que vou vender, e para quem? É claro que toda decisão gerencial tem conseqüências no empreendimento ao longo do tempo, mas as decisões tomadas em relação à definição do negócio, à escolha de segmentos de mercado e dos produtos a serem oferecidos são cruciais, e são tomadas já na fase pré-operacional do empreendimento. É por esse motivo que uma pesquisa sobre o mercado no qual se pretende atuar é de fundamental importância, embora, via de regra, não seja realizada pelo empreendedor. Dados sobre a demanda pelo produto, a quantidade e o perfil dos concorrentes com os quais vai se disputar o mercado, as características do consumidor típico do produto em questão, entre outras informações estratégicas, fornecem subsídios para decisões mais racionais e embasadas na realidade do mercado, portanto, com muito mais chances de acerto.

Como encontrar o melhor nicho de mercado?

Sabe-se que pesquisas de mercado custam caro, mas uma pesquisa simples pode ser realizada pelo próprio empreendedor e a Internet pode facilitar em muito esse trabalho. Sobre qualquer assunto que se procure, a Rede oferece milhares de páginas de informações preciosas. Artigos, reportagens, livros, dados estatísticos, demográficos, quantidade de concorrentes, tudo isso pode ser levantado através da Internet com um pouco de paciência e conhecimento básico de navegação. Pela sua própria característica, a Internet é um livro aberto. O que significa que uma visita ao site dos futuros concorrentes vai mostrar o que ele vende, a modelagem do negócio e a estratégia de comunicação utilizada, o preço cobrado, e muito mais. Obviamente, a contrapartida é que o concorrente também poderá fazer o mesmo através do seu site uma vez que a transparência é a regra do jogo na Internet. Essa transparência é boa para o consumidor, que tem mais informações para comparar e escolher o seu fornecedor, e é boa, também, para aquele empreendedor que faz a sua “lição de casa” planejando muito bem o seu negócio antes de colocar o site no ar. Ele diminui as incertezas e o risco de perder dinheiro, aumentando em muito suas chances de tornar-se um empresário bem sucedido na Internet.

LEAVE A REPLY