QUAL É O SEGREDO DO TWITTER

QUAL É O SEGREDO DO TWITTER

879
0
SHARE

Qual é o segredo do twitter? Twitter rápido , efetivo e de qualquer lugar. Multiplas aplicações do twitter. Além do twitter.

“Conte a todos em 140 caracteres o que você está fazendo agora”.

Com essa premissa e um sistema tecnológico muito simples, o Twitter teve uma ascensão meteórica e foi um dos serviços da Internet que ganhou mais usuários em menor tempo. No Twitter, cada usuário escreve o que quer em mensagens a que só dará acesso aos familiares e amigos (se o deixar (“bloqueado”) ou a qualquer um, se optar por não bloquear. É inacreditável que algo tão absurdo, como contar a realidade imediata numa só frase, transformou-se na sensação da Rede. Além de partilhar o que se está fazendo, o sistema permite seguir as vidas alheias, sejam as dos amigos mais próximos ou dos artistas e ídolos mais badalados.

Qual é o segredo do Twitter?

Nem todos estão de acordo sobre as razões do sucesso do Twitter. Uns argumentam que desperta o exibicionismo oculto do ser humano; outros ressaltam que conhecer a realidade imediata dos outros internautas proporciona ao usuário a sensação de companhia. Também há quem insista na força da sua assimetria comunicativa, isto é, o fato de uma frase escrita por um só usuário poder chegar de repente a milhares e milhares pessoas. Isto explicaria o motivo da sua popularidade do twitter entre os políticos e outros profissionais e entidades com necessidade de comunicar proximidade e intimidade a grandes grupos. Além destas possíveis razões, o certo é que o fenômeno Twitter, que se conhece como ‘microblogging’, supõe um avanço na colonização da Internet como espaço de comunicação entre usuários.

Se os primeiros passos de comunicação entre os internautas foram os fóruns de opinião, os chats e as listas de correio, o seguinte foram os blogs e os comentários que os acompanhavam. O blog (que inclui tanto textos como vídeos e imagens) foi um fenômeno que supôs uma maior elaboração da comunicação pelo que tinha de reflexivo e teve uma grande repercussão em campos como o jornalismo. Aos blogs seguiram-se as redes sociais, onde os usuários, além de estarem ligados, podiam partilhar os seus escritos, fotografias, música e vídeos com os familiares e amigos.

Twitter – rápido, efetivo e a partir de qualquer lugar

O passo seguinte na evolução foi, logicamente, o ‘microblogging’, já que combina rede social de contatos com o texto (neste caso imediato e curto, e portanto muito menos elaborado e trabalhoso) e o acesso a partir de qualquer lugar. O resultado é que se um usuários Twitter (ou outro serviço de ‘microblogging’) envia constantemente ‘twitts’ para os seus contatos e a sua vida quotidiana adquire uma relevância especial para estes, um toque de proximidade pessoal e uma certa influência sobre eles.

Não em vão, a popularidade de um usuários Twitter mede-se pelos seus seguidores ou ‘followers’. Quantos mais se tiver, mais assimetria comunicativa se consegue e, portanto, mais influência. Os políticos depressa descobriram as possibilidades do Twitter para se aproximarem e se tornarem mais reais aos olhos dos eleitores e o mesmo aconteceu com algumas estrelas do esporte e das artes.

Múltiplas aplicações do Twitter

Além do marketing, os usuários também encontraram algumas aplicações sociais, como por exemplo oferecer informação do estado do tráfego em tempo real, a previsão do tempo ou informação sobre determinados temas. No plano empresarial, certos meios de comunicação criaram serviços de notícias e certos organismos oficiais divulgam informação.

Além do Twitter

Twitter não é o único serviço de ‘microblogging’. É até o menos elaborado de todos (por ser o primeiro) e o que menos possibilidades oferece. Jaiku, que também foi um dos pioneiros, incorpora ao texto dos ‘twitts’ a possibilidade de comentários. Outro serviço chamado Pownce permite partilhar arquivos de vídeo e fotografia, além de comentários. Plurk, um serviço que surgiu mais recentemente, mostra as actualizações dos contactos numa linha de tempo horizontal e permite enviar fotos e vídeos para partilhar.

. Indique este artigo!

Mais sobre o Twitter em: Twitter

LEAVE A REPLY