T-COMMERCE: o e-commerce na TV

T-COMMERCE: o e-commerce na TV

1627
0
SHARE
T-Commerce significa comércio pela televisão. Ou seja, é um casamento entre seu micro e sua televisão que consiste em criar links interativos

Graças à um decodificador colocado debaixo de sua televisão, os sistemas “Interactive Television” (ITV) e “T-commerce” darão a possibilidade de:

  • Baixar vídeos  “on demand”;
  • Clicar nas páginas web para obter amplas informações sobre a atualidade ou as celebridades aparecendo;
  • Comprar em diretos artigos aparecendo na tela apertando no botão de seu comando.
Verdadeiro auxiliar do ITV, o T-commerce lhe permitirá a compra de produtos e serviços oferecidos nos programas de sua televisão. É só apertar no botãozinho!

Um exemplo: Um dos programas mais famosos aqui no Brasil, O Domingão do Faustão. No domingo passado eu estava assistindo esse programa, e vi uma das convidadas vestida de uma blusa muito bonita! Com esse ITV, eu poderia com meu mouse, ter clicado nessa blusa e num instante obter o nome do estilista, tanto como a lista das lojas vendendo essa roupa, e poderia, inclusive, realizar a compra. Isso seria comparável a uma compra impulsiva “live”!

Essa nova fonte de negócio, o T-commerce acabará sendo a ferramenta de trabalho para as empresas que desejam aumentar o volume de negócios. Vamos especular um pouquinho: considere a quantidade de horas que as pessoas passam em frente a TV e considere a expansão da tecnologias digitais e seu barateamento que deve levar também a Internet a maioria dos lares de todo o mundo. Teremos então um gigantesco universo de consumidores que podem comprar a qualquer momento.

A expansão do T-commerce

A chegada do T-Commerce e as promessas anunciadas não serão imediatas, no entanto os fabricantes já estão pensando no futuro: Recentemente a Microsoft revelou para o público seu serviço TV Service que deve utilizar conexões interativas por satélite, como web surfing. Além disso, Echo Star apresentou seu novo satélite dando acesso “on demand” à informação em direto. Por fim, a “National Association of Television Programming Executives Conferences” integrou novos membros como empresas high tech como Sun e Liberate Pushing ITV services

Pode-se apostar que o T-Commerce, apesar de algumas barreiras não desprezíveis como a expansão da banda larga e TV digital, tem um belo destino, não somente nos Estados Unidos mas na maior parte do mundo.

LEAVE A REPLY