Seu produto é um bom candidato ao eCommerce?

Seu produto é um bom candidato ao eCommerce?

1259
0
SHARE

A decisão sobre que produto colocar na vitrine de sua Loja Virtual é crucial para  o sucesso de seu negócio na Internet. Se você não tiver um bom produto para oferecer, de nada vai adiantar um maravilhoso site de ecommerce. Tampouco  vai resolver, gastar fortunas em promoção, pois finda a campanha, as vendas irão fatalmente despencar. Mas como identificar se um produto é bom candidato à venda on-line? Uma boa dica, é verificar as características dos produtos que são mais vendidos atualmente pela Internet como os CDs, DVDs, Software, Hardware:

Portabilidade. A maioria desses itens é de pequeno porte, o que implica na facilidade de manuseio, rapidez na entrega e baixo custo de transporte, às vezes, até custo zero como no caso de produtos digitais entregues pela própria rede.  A facilidade no recebimento e o baixo custo de entrega são fatores altamente estimuladores de compras on-line uma vez que, do ponto de vista do consumidor, isso representa o recebimento rápido de seu produto a um preço justo.

Padronização. O livro “Fique Milionário sem Trabalhar”, vendido no site da livraria Cultura, é exatamente o mesmo livro que você vai encontrar  em outras livrarias do Brasil, esteja ela na Internet ou na esquina próxima à sua casa. Isso dá segurança ao comprador, facilitando a compra e é válido também para um CD do Chico Buarque ou um DVD.

Custo. A maioria desses itens tem um custo relativamente baixo e mesmo o computador vem mostrando uma tendência constante à diminuição de preço. Custo mais baixo implica em uma menor percepção de risco de perda e, conseqüentemente, um menor receio de apertar a tecla “comprar”. Esse receio tende a diminuir com a familiarização das pessoas com a Internet, processo que vem ocorrendo de forma gradativa, mas hoje ainda favorece as compras de menor valor.

Identidade com o internauta. O internauta padrão tem boa formação, lê mais do que a média da população, tem mais familiaridade com a tecnologia e tem computador em casa, portanto, compra livros e utiliza hardware e software. Produtos cujo consumidor típico se encaixa no perfil do Internauta, tem, naturalmente, mais chance de sucesso na rede. Por outro lado, produtos consumidos majoritariamente pelas classes de renda mais baixas, tem dificuldades na venda pela Internet porque esse público, em sua maioria absoluta, não tem acesso a esse novo canal de comercialização, pelo menos por enquanto. 

Ao pensar em seu produto, verifique se ele possui um ou mais dos atributos citados acima. Se possuir, isso é um indicador positivo, mas caso contrário, não significa necessariamente que o produto seja inviável. O ecommerce ainda está em constante mutação e inúmeras  oportunidades de negócios surgem na Internet o tempo todo.  Muita coisa ainda vai se consolidar, oferecendo surpresas. Há alguns anos atrás, eu dizia aos meus alunos que a comercialização de produtos como roupas e calçados, possivelmente encontraria dificuldades na Internet por ter problemas com “sizing” – numeração não padronizada – o que dificulta a compra sem a prova, além de problemas com a necessidade de o consumidor verificar a textura e tonalidade, entre outras características do produto. Nada como um dia atrás do outro, pois  nos Estados Unidos, o item Vestuário aparece hoje como número um nas vendas on-line. Também no Brasil vem subindo na tabela e já vende mais do que itens conhecidos na Internet como Flores e Alimentos. Vivendo e aprendendo!

LEAVE A REPLY