SHARE

E-commerce e e-business não são a mesma coisa. 

 Atualmente muitas pessoas têm acesso à Internet – são cerca de vinte milhões de usuários no Brasil,  e a tendência é que essa quantidade  aumente cada vez mais ( É só começar a navegar que o usuário começa a se deparar com vários termos exclusivos, a maioria deles com o “e” no começo: e-commerce, e-business, e-mail, e, e, e, e, e, e, e..   Este “E” vem de eletrônico (electronic em inglês), ou seja, ele sempre aparece diante de palavras que têm alguma relação com eletrônico. Essas palavras são chamadas de buzzwords e são rótulos que foram dados a certas atividades no mundo dos negócios na Internet. Todas essas expressões chamadas de buzzwords são ditas normalmente em inglês porque as atividades de e-commerce, e-business, e…enfim, a internet, teve sua origem nos Estados Unidos e com o tempo passaram a ser palavras comuns em todo mercado mundial da Internet.  É o mesmo processo que ocorreu com palavras e expressões como CD (Compact Disc), video-cassete, software, swap (troca de uma posição financeira para outra) etc.  “A globalização é um bom motivo para não traduzir estas expressões”, explica Leandro Idesis, administrador de empresas e especialista em E-commerce. “Agora  no Brasil as pessoas estão começando a falar comércio eletrônico no lugar de E-commerce, mas a mais difundida ainda é a expressão original, em inglês. Imagine um produto que será negociado na Internet e que será exposto em todo o mundo. Com certeza o potencial de transações entre diversos países fica muito mais fácil com a padronização de alguns termos, principalmente os mais utilizados como é o caso de E-commerce e E-business.”

e-Commerce é diferente de e-Business?  

Sim, garante Idesis. “E-commerce significa comércio eletrônico, ou seja, o conjunto de atividades comerciais que acontecem on line. A diferença entre E-commerce e E-business, expressões que muitas pessoas confundem, existe. E-business não envolve transação comercial, é um negócio eletrônico, uma negociação feita pela Internet mas que não envolve necessariamente uma transação comercial. É um erro de quem está no mercado utilizar estas duas expressões para dizer sobre a mesma coisa”, explica o especialista. Um gerente de  E-commerce de uma empresa, por exemplo, é aquele profissional responsável pelas relações comerciais da empresa na Internet.  O gerente de E-business , por sua vez, é responsável pelas negociações da empresa na Internet. Um tem em seu trabalho a atividade de vendas e o outro não.  Esta é a principal diferença.  Para trabalhar numa destas duas ocupações, principalmente em e-commerce é essencial ter uma facilidade de comunicação para manter uma relação direta com o cliente, conhecer Internet e entender de Marketing. A intenção deve ser sempre atender a satisfação do consumidor, assim como em todas as outras maneiras que existem de firmar uma relação de custo-benefício.

SHARE
Previous articleO QUE É UMA NEWSLETTER?
Next articleO QUE É e-PROCUREMENT

27 COMMENTS

  1. […] O uso ou não de maneira correta ou incorreta do direito de imagem na internet, é algo que tem causado um enorme debate por parte das pessoas que de alguma forma precisam fazer uso de imagens, seja em seu artigo ou mesmo em seus materiais comerciais ou mesmo pessoais, pois o uso de direitos de imagens na internet, é e foi muito flexibilizado nos últimos anos devido a um forte investimento que é feito em termos de tecnologia por parte das empresas fabricantes de tecnologia. […]

  2. […] O uso ou não de maneira correta ou incorreta do direito de imagem na internet, é algo que tem causado um enorme debate por parte das pessoas que de alguma forma precisam fazer uso de imagens, seja em seu artigo ou mesmo em seus materiais comerciais ou mesmo pessoais, pois o uso de direitos de imagens na internet, é e foi muito flexibilizado nos últimos anos devido a um forte investimento que é feito em termos de tecnologia por parte das empresas fabricantes de tecnologia. […]

LEAVE A REPLY