title="eCommerce

Índice de Artigos > Importância do Planejamento no eCommerce

A importância do Planejamento no eCommerce

Dailton Felipini

 

Planejar um empreendimento não é uma atividade muito popular entre os empreendedores brasileiros e isso explica, em parte, a famosa estatística do Sebrae que indica uma taxa de mortalidade de 53% das micro e pequenas empresas até o terceiro ano de vida. Esse índice é desconhecido no caso específico do e-commerce, mas é provável que as taxas de mortalidade sejam semelhantes, ou até mais elevadas.
Talvez essa resistência dos pequenos empreendedores em realizar qualquer tipo de planejamento seja decorrente da falsa idéia de que planejar é uma tarefa complexa e, portanto, destinada apenas a grandes empresas. Na verdade, o planejamento pode ser simples e eficaz desde que se consiga responder as questões vitais relacionadas ao empreendimento.

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

     Uma ferramenta útil de planejamento é o plano de negócios, que consiste de um documento onde as principais variáveis do empreendimento são apresentadas de forma organizada. A elaboração do plano de negócios surgiu com o objetivo de apresentar o empreendimento a possíveis parceiros comerciais, como sócios, incubadoras e investidores. Porém, embora o plano sirva muito bem para essa finalidade, seu  principal benefício está no conhecimento gerado em decorrência de sua elaboração, essa é a razão pela qual o próprio empreendedor deve montar o seu plano de negócio, ou, no mínino, participar desse trabalho. Muitas variáveis inerentes ao empreendimento são determinantes para o sucesso ou fracasso do empreendimento e a busca por essas respostas gera um melhor conhecimento do negócio, diminuindo incertezas e, conseqüentemente, os riscos inerentes ao projeto.

     Estrutura típica de um plano de negócios.

Pode-se pensar no plano como uma série de questões que deverão ser respondidas por você, como forma de prepará-lo melhor para a montagem do empreendimento. O quadro a seguir mostra a estrutura de um plano de negócio que segue esse conceito. Para cada questão estrutural, existe um módulo com perguntas que cobrem cada uma das variáveis importantes associadas a ela.

 

Questões estruturais

Módulo

O QUE vai ser feito? POR QUEM vai ser feito?

1. EMPREENDIMENTO

O QUE vai ser oferecido ao mercado?

2. O PRODUTO

A QUEM vai ser oferecido e QUEM vai competir conosco?

3. O MERCADO

COMO o cliente vai ser atendido?

4. MARKETING

QUANTO gastaremos e QUANTO teremos de retorno?

5. FINANÇAS

QUANDO realizaremos as atividades e atingiremos as metas?

6. CRONOGRAMA DE ATIVIDADES E METAS

   Um empreendedor que seja capaz de responder satisfatoriamente a todas as questões importantes de seu projeto com certeza estará mais preparado para aproveitar as oportunidades e enfrentar as ameaças do mercado. Naturalmente um melhor conhecimento do projeto não é, por si só, garantia de sucesso mas, sem dúvida, representa um grande passo nessa direção.

Indique este artigo!

Dailton Felipini é mestre e graduado em administração de empresas pela Fundação Getúlio Vargas em São Paulo. Professor de comércio eletrônico na Universidade Mackenzie. Pesquisador, especialista em e-commerce, consultor e editor do site www.e-commerce.org.br.



eCommerce - Copyright 2001 - 2008 - Todos os direitos reservados.